ESTE BLOG TEM POR FINALIDADE ABSORVER TODAS AS POSSÍVEIS INFORMAÇÕES,NO QUE DIZ RESPEITO AS PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO.

sábado, 26 de setembro de 2009

PESQUISA AVALIA O USO DE CÉLULAS-TRONCO NO COMBATE AO AVC

UFRJ
Pesquisa avalia o uso
de células-tronco no
combate ao AVC
As pesquisas com células-tronco adultas
no Brasil têm avançado significativamente
em várias especialidades. Na
Universidade Federal do Rio de Janeiro
(UFRJ), uma equipe de pesquisadores
liderados pela neurobiologista Rosalia
Mendez-Otero trabalha com o uso de
células-tronco no combate ao AVC
(acidente vascular cerebral) isquêmico.
Encerrada com sucesso a fase de testes
com camundongos, a equipe aguarda
agora o parecer da Comissão Nacional
de Ética em Pesquisa (Conep) para iniciar
os testes com seres humanos.
De acordo com Rosalia, a idéia é trabalhar,
em uma primeira fase, com um
grupo de 8 a 10 pacientes em fase aguda,
mais precisamente no período de 3
a 5 dias após o AVC. O procedimento
será obter células-tronco adultas da
própria medula óssea do paciente e
reintroduzí-las através da artéria cerebral
média.
A técnica de obtenção de células-tronco
do próprio paciente representa um passo
importante na pesquisa, pois evita a
rejeição pelo próprio corpo. Além disso,
espera-se obter resultados semelhantes
aos obtidos em laboratório, para que essas
células possam adquirir características
dos neurônios e ajudar no processo
de reconstituição de parte do cérebro
atingido pelo acidente vascular cerebral.
Rosalia alerta para o fato de que as pesquisas
realizadas com células-tronco no
Brasil são muito importantes no desenvolvimento
de novos e eficientes tratamentos,
porém, afirma que essas pesquisas
encontram-se em estágios iniciais
e não devem ser encaradas como
tratamentos definitivos.
“A nossa pesquisa visa diminuir as seqüelas
resultantes do acidente vascular
cerebral, o que será bastante importante
na recuperação do paciente”, conclui
Rosalia.
O trabalho realizado pela equipe de
pesquisadores da UFRJ faz parte do
Instituto do Milênio de Bioengenharia
Tecidual, projeto financiado pelo
CNPq. Além da UFRJ, participam as
seguintes instituições: Fundação Oswaldo
Cruz, da Bahia, que pesquisa o
uso de células-tronco aplicada no mal
de Chagas; USP de Ribeirão Preto,
com o uso de células-tronco no combate
a diabetes tipo 1; Hospital Pró-Cardíaco
(RJ), com o uso de células-tronco
no tratamento de doenças cardíacas; e
Universidade Federal de São Paulo
(Unifesp), com o uso de células-tronco
no tratamento de lesões medulares

FONTE:  http://cienciaecultura.br/

2 comentários:

  1. quando vão iniciar os testes com humanos?
    eu tive um avcisquémicoico há 3 anos eu posso participar da lista de voluntários para a pesquisa? neu email:lua.midia1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Maria Conceição da S Queiroz21 de agosto de 2010 20:33

    Eu tive um AVC isquêmico em setembro de
    2008.Tenho 49 anos e gostaria de ser voluntário email:mariqueiroz97@hotmail.com

    ResponderExcluir